Buscar
  • Alexandre Barbosa

Teste Ácido

Saí da entrevista soltando fogo pelas ventas! Nunca alguém tinha sido tão ácido para saber se eu servia ou não para uma posição! E o pior, eu não estava precisando do emprego. Voei para a sala do meu Diretor: “Escuta, estou sendo demitido? Por que o Diretor da área que você me indicou agiu como se eu estivesse.” Felizmente eu não estava sendo demitido e anos depois eu e meu entrevistador ríamos quando falavamos daquela primeira entrevista: meu teste ácido. Passar no teste não foi exatamente a parte mais difícil… Assumi uma unidade de negócios que gerava milhões de dolares para a companhia, os clientes eram gigantescos e pertenciam a um mercado super competitivo e complexo. Ah, quase esqueci dois detalhes: quem estava anteriormente na função era o meu chefe e ele tinha feito um excelente trabalho!! Confesso que assumi o novo cargo sem ter a menor idéia de como poderia contribuir e melhorar algo. Meu chefe era um italiano grandão que se achava o melhor vendedor da empresa. E era! O time era bastante experiente, sabia o que tinha que ser feito. Na primeira entrevista com um dos gerentes de conta, ele me disse: por favor, me deixe trabalhar sozinho. Procuro você, se tiver dificuldade. Eu tava ferrado!!! Eu sei, eu sei, algumas pessoas ficariam felizes, né? Afinal ficar de boa, vendo tudo funcionar… Pois é, algumas pessoas, mas não eu. Preciso sentir que estou contribuindo, melhorando algo, mudando alguma coisa, influenciando a vida das pessoas. Vou pular para o final da história, tá? Foram os três melhores anos da minha vida dentro da empresa! Além de ter a total confiança do chefe, tinha uma sinergia incrível com o time, havia conseguido um excelente relacionamento com os clientes e ultrapassávamos, ano a ano, as metas da unidade e da divisão. Até o funcionário que queria agir sozinho, entrava na minha sala para compartilhar suas dificuldades e aconselhar-se. Diga-se de passagem, virou um grande amigo! Como foi que tudo isso aconteceu? Acho que a melhor forma de explicar é transcrever aqui as frases que a equipe incluiu em um vídeo, parte da homenagem que recebi quando saí da função: “As 7 (ou mais…) facetas das pessoas super eficazes (by Alex Covey Barbosa): o super gerente, o amigo, o festeiro, o saxofonista, o motoqueiro, o cavaleiro, o mestre, o marinheiro. Pre requisitos de um super gerente:

  1. Ser sempre um cúmplice nas incontáveis festas,

  2. Articular bagunças animadas,

  3. Apoiar muvucas,

  4. Mostrar entusiasmo nas comemorações (fora as baladas), Além disso, você nos ensinou muitas coisas (apenas para citar algumas): 1) Não tenha receio de ser original, 2) Esteja presente quando as pessoas precisarem de você, 3) Nunca desista de ninguém (afinal, milagres acontecem todos os dias), 4) (Ou então) Beba caipirinha…nem que seja para esquecer, 5) Contrate pessoas mais inteligentes que você, 6) Ria muito! Um bom senso de humor cura quase todos os males da vida, 7) Não perca a oportunidade de demonstrar que as pessoas que estão a sua volta são genuinamente importantes, 8) Nunca discuta com o seu chefe… (a não ser que tenha razão) 9) Seja corajoso (mesmo que você não seja, ninguém vai notar a diferença) 10) Seja mais gentil do que meramente o necessário, 11) Sorria muito. Não custa nada e não tem preço, 12) Seja insaciavelmente curioso. Pergunte sempre “Por que?” Um mestre é aquele que age sem dizer nada…e ensina sem dizer nada. E quando seu trabalho está feito, ele o esquece e, por isso, ele dura para sempre. Também aprendemos com você que Liderança é: Gentileza, paciência, humildade, respeito, transparência e compromisso! Boa sorte na “cavalgada” e Obrigado!!!”

Bem, você não precisa gostar de festas, saltar à cavalo, andar de moto, mergulhar, beber, ter sido da Marinha ou ser fã do Steven Covey (se bem que deveria, ao menos ser fã do Covey), mas tenho certeza que você entendeu o recado.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Arte de Liderança dos Comandos Anfíbios

Em breve, vou lançar o livro A Arte de Liderança dos Comandos Anfíbios - Os 7 Princípios da Tropa de Operações da Marinha para Equipes de Alta Performance. Você quer ter uma equipe de alta performance