Buscar
  • Alexandre Barbosa

Chorando no Banheiro

– Alexandre, a Fulana está chorando, lá no banheiro.

Tínhamos acabado uma reunião que eu chamada de “Fora da Caixa”, ou algo assim, e fiquei intrigado se eu havia cometido alguma gafe e ofendido a Fulana.

Pedi alguém para chamá-la e perguntei: – Por que você estava chorando? Falei algo que ofendeu você?

– Não, Alexandre, em absoluto! Estava chorando porque, depois de trabalhar por anos na empresa, é a primeira vez que me senti ouvida.

Eu até poderia ficar contente, mas fiquei ainda mais preocupado. Que tipo de cultura havia sido construída na empresa, ao longo de tantos anos? Como alguém poderia se emocionar, a ponto de chorar, só porque tinha sido ouvida?

A cultura de uma empresa, em linhas gerais poderia ser definida como o somatório dos comportamentos dos seus líderes, mas, se olharmos mais profundamente, precisa ser fruto do alinhamento de várias chaves da cultura (Primed to Perform – Neel Doshi), tais como o sistema de gerenciamento de desempenho e a identidade da organização.

O ponto é que para esse alinhamento, os líderes possuem um papel fundamental, pois, na maioria das organizações, as chaves são gerenciadas por pessoas separadas ou não são gerenciadas por ninguém.

Cabe ao líder desenhar a cultura, trabalhar para implementa-la e ser o seu guardião. E esse não é um trabalho para ser feito sozinho!

O líder precisa despertar o potencial das pessoas que o cercam, multiplicar suas capacidades, engaja-las nos problemas, com transparência, para que elas se engajem na busca das soluções.

Se você ficou curioso sobre a reunião Fora da Caixa, explico em três linhas:

– Reúna pessoas de várias áreas da sua organização,

– Exponha seu objetivo em mente,

– Escute! (no máximo, faça perguntas, não tente sugerir nenhuma solução!)

Posso garantir que você vai ouvir soluções muito melhores do que as que você estava pensando e, a melhor parte, talvez muitas pessoas corram para o banheiro e chorarem de emoção.

Ah! Recentemente, recebi uma mensagem sobre um texto que publiquei, justamente da Fulana, que há tempos não vejo:

Alexandre, amei se texto… me identifico. Você foi o melhor ex chefe que tive e com quem aprendi muito..duro, muitas vezes ..mas me tirou da zona de conforto fazendo eu explorar as oportunidades e crescer na vida profissional e pessoal. Bj grande

Vá lá agora e já agende sua primeira reunião Fora da Caixa! Bons choros!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Arte de Liderança dos Comandos Anfíbios

Em breve, vou lançar o livro A Arte de Liderança dos Comandos Anfíbios - Os 7 Princípios da Tropa de Operações da Marinha para Equipes de Alta Performance. Você quer ter uma equipe de alta performance